Publicado em 3/9/2018 3:11:50 PM

Inscritos comparecem à Cohab para aquisição de apartamentos

Unidades ofertadas fazem parte do Residencial Safira. Os convocados fazem parte da faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida – famílias com renda entre R$ 1,6 mil e R$ 2,6 mil.

Inscritos na fila da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) compareceram à sede do órgão nesta quinta-feira (08/03) para participar de reunião com vistas a aquisição de apartamentos do programa habitacional do município. Os convocados fazem parte da faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida – famílias com renda entre R$ 1,6 mil e R$ 2,6 mil.

Os presentes receberam informações sobre o empreendimento Residencial Safira e as condições de financiamento. Estão sendo comercializados 224 apartamentos de dois dormitórios, que estão em fase inicial de obras no município de São José dos Pinhais. O conjunto vai contar com quadra esportiva, parquinho infantil, estacionamento e salão de festas.

A reunião desta semana envolveu inscritos que não puderam comparecer em datas anteriores. A eles foi dada uma segunda oportunidade de conhecer as condições para obter um imóvel próprio. “Depois de alguns anos estagnada, a fila da Cohab está voltando a andar. Estamos dando oportunidades para que os inscritos saiam do aluguel ou da casa de parentes”, afirma o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

Como os imóveis não ficam em Curitiba, a Cohab não vai aplicar a instrução normativa que leva para o final da fila os inscritos que recusam convocações. Para oferta de imóveis em Curitiba, os convocados que recusam têm a inscrição cancelada e um novo número é gerado, iniciando novamente a contagem do tempo de espera para uma nova chamada.

A convocação dos inscritos para conjuntos na região metropolitana acontece por meio de parcerias com a iniciativa privada. A participação da Cohab acontece na fase de comercialização das unidades, com a identificação da demanda, convocação das famílias, apoio no processo de contratação do financiamento e entrega das unidades.


Acessível

O professor José Luciano, 46 anos, saiu da reunião animado. “São condições acessíveis, com valores que se encaixam no orçamento. Vou entregar a documentação e torcer para ser aprovada”, destaca ele, que atualmente vive com a esposa e duas filhas em um imóvel cedido por parentes.

Os apartamentos custam a partir de R$ 126 mil, com subsídio que pode chegar a R$ 37 mil, de acordo com a renda. O financiamento pode ser feito em até 30 anos e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pode ser utilizado como entrada ou para quitar o imóvel. A primeira prestação será cobrada somente 30 dias após a entrega das chaves.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera