Publicado em 5/8/2018 9:56:34 AM

Urbanistas estrangeiros elogiam obras da Cohab

A atividade faz parte do Primeiro Encontro de Altos Funcionários de Planejamento Urbano das Américas, que está acontecendo em Curitiba entre domingo e terça-feira (dias 6 a 8 de maio).

Planejadores urbanos de grandes cidades da América do Norte, Central e do Sul participaram, na tarde desta segunda-feira (7/5), de uma visita técnica a empreendimentos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) na região Norte da cidade. A atividade faz parte do Primeiro Encontro de Altos Funcionários de Planejamento Urbano das Américas, que está acontecendo em Curitiba entre domingo e terça-feira (dias 6 a 8 de maio).

Organizado pelo Lincoln Institute, dos Estados Unidos, com o apoio do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o evento reúne urbanistas de oito países para trocarem experiências e soluções de planejamento.

Na parte da manhã desta segunda-feira (7/5), os participantes apresentaram em uma mesa redonda a situação de cada cidade que representam. Pela tarde conheceram o Terminal do Cabral, a Rua da Cidadania do Boa Vista, o Parque São Lourenço e empreendimentos habitacionais.

Participaram da visita a diretora-executiva do Departamento de Planejamento Urbano da cidade de Nova Iorque (Estados Unidos), Purnima Kapur; o ministro de Desenvolvimento Urbano e Transporte do governo autônomo da cidade de Buenos Aires (Argentina), Franco Moccia; o secretário distrital de Planejamento de Bogotá (Colômbia), Andrés Ortiz; a gerente de Desenvolvimento Urbano de Lima (Peru), Maritza Adela Gonzáles Polo; o secretário geral de Planejamento do município de Quito (Equador), Andrés Isch; o diretor de Planejamento da Prefeitura de Montevidéu (Uruguai), Ramón Méndez; e o diretor de Planejamento Urbano da Cidade do Panamá, Manuel Trute.

O Instituto Lincoln esteve representado pela diretora Associada de Programas Urbanos, Amy Cotter; a gerente de Projetos Especiais do instituto, Laura Mullahy; o diretor de Programas para a América Latina e Caribe, Enrique Silva; e os consultores Claudia Tomateo e Paulo Sandroni.

Também estiveram presentes a secretária municipal de Serviços Urbanos de Belo Horizonte (MG), Maria Fernandes Caldas; e as técnicas da Cohab Curitiba, Melissa de Athayde Cunha Kesikowski e Roberta Gehr.

Na prática
De acordo com a representante da cidade de Nova Iorque, Purnima Kapur, a visita técnica complementa os debates feitos na mesa redonda. “Diversos aspectos interessantes foram discutidos e é ótimo poder ver na prática as soluções adotadas por Curitiba, uma cidade muito bem planejada”, destacou a diretora, que ficou impressionada com os lagos existentes nos parques para conter a água das chuvas.

A comitiva conheceu o Residencial Santa Sofia, no Cachoeira, formado por 208 apartamentos de dois quartos que foram destinados a inscritos na fila da Cohab. Em seguida visitaram o Moradias Maringá, conjunto de 156 unidades que foi retomado pelo prefeito Rafael Greca e está sendo entregue a moradores reassentados de uma área de risco chamada Vila Nori, no bairro Pilarzinho.

Para o diretor de Planejamento Urbano da Cidade do Panamá, Manuel Trute, o intercâmbio não é apenas de ideias. “É também uma troca de situações. As vezes pensamos que só nós temos determinado problema, mas em eventos como este podemos perceber que países mais evoluídos também enfrentam situações semelhantes. Muito importante ver o exemplo de Curitiba, mas não podemos esquecer do contexto de cada país para aplicar as experiências”, afirmou.

A secretária municipal de Serviços Urbanos de Belo Horizonte, Maria Fernandes Caldas, elogiou a cidade e ressaltou a relevância do encontro. “O que me chamou a atenção foi a qualidade das moradias mesmo na região mais periférica e o fato de Curitiba ser muito arborizada. Com relação ao encontro é fundamental a busca por soluções criativas na área de urbanismo e habitação. Temos que diversificar, com medidas como aluguel social e lotes urbanizados, sempre com a participação comunitária em todas as etapas do processo”.

Segundo o diretor do Lincoln Institute, o chileno Enrique Silva, o nível de interesse dos participantes está muito satisfatório. “Primeiramente destaco a boa resposta aos convites. Quase a totalidade dos convidados aceitou participar. Não estendemos a mais países, pois entendemos que com mesas menores a troca acontece com maior intensidade”, explica.

O Primeiro Encontro de Altos Funcionários de Planejamento Urbano das Américas continua na terça-feira (8/5), na sede do Ippuc. Pela manhã serão apresentadas as experiências de Montevidéu, Nova Iorque e Quito, e à tarde, as autoridades participarão de uma reunião reservada para avaliar os resultados do encontro.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera