Publicado em 11/20/2019 3:39:05 PM

Cohab e SMS levam informações sobre saúde a moradores da Vila Portelinha

O projeto pretende auxiliar na prevenção de doenças que acometem as comunidades com previsão de atendimento pelo programa habitacional do município, além de abordar outros assuntos como prevenção ao uso de drogas e gravidez precoce.

 Uma parceria entre a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (Huem) promoveu nesta terça-feira (19/11) uma ação educativa com os moradores da Vila Portelinha, no Santa Quitéria, com objetivo de informá-los sobre questões de saúde.


O projeto pretende auxiliar na prevenção de doenças que acometem as comunidades com previsão de atendimento pelo programa habitacional do município, além de abordar outros assuntos como prevenção ao uso de drogas e gravidez precoce.

“Em contato com os moradores, o serviço social da Cohab detecta quais são os temas mais relevantes para cada comunidade e a Secretaria Municipal de Saúde em conjunto com o Hospital Evangélico elaboram palestras que são apresentadas nas comunidades”, explica a diretora de Relações Comunitárias da Cohab Meiri Morezzi.

Antes da Vila Portelinha, ação semelhante foi realizada na Vila Parolin, onde os moradores aprenderam sobre doenças frequentes no local, como gripe, leptospirose, dengue e toxoplasmose. Na Portelinha, foram abordados assuntos relacionados à gestação, cuidados com o bebê e doenças sexualmente transmissíveis.

A médica pediatra da SMS Dra. Wilma de Castro e Souza comandou a reunião e apresentou aos moradores palestra sobre cuidados na gestação, todavia conforme a apresentação avançava, as dúvidas dos presentes conduziam a conversa para outros temas, como laqueadura, sífilis e gravidez na adolescência.

“O que eu sempre digo que pode evitar uma gravidez precoce é a jovem ter um projeto para sua vida, almejar uma carreira, querer alcançar algo a mais, pois desta forma ela mesma acaba se cuidando melhor através dos métodos contraceptivos”, diz Wilma.
 
Contracepção
Franciele Kuczera, 35 anos, é moradora da Portelinha desde 2017, onde vive com um casal de filhos – Nicole tem 16 e o pequeno Anthony apenas dois. Ela perguntou sobre a possibilidade de fazer a cirurgia de laqueadura. “Sou só eu e as crianças, minha situação financeira não permite ter mais um filho, então gostaria de fazer a laqueadura”, afirma.

A técnica em enfermagem da US Santa Quitéria I Adriana Antunes explicou que ela deve procurar a unidade de saúde para fazer uma avaliação de qual método contraceptivo é o mais indicado para ela. A Prefeitura oferta gratuitamente o DIU, o Diafragma, a pílula do dia seguinte, o anticoncepcional hormonal oral, o anticoncepcional hormonal injetável mensal ou trimestral e a laqueadura.
Também participaram da reunião a autoridade sanitária da US Santa Quitéria I Elaine de Barros Lopes e a assistente social, da Cohab Elaine Haddad.
 
Comunidades
A Cohab mapeou a Vila Portelinha em 2017 e identificou 360 famílias residentes no local. O órgão busca recursos para realizar um projeto habitacional que contemple a comunidade. Sobre a ação educativa, o presidente da associação de moradores, Arildo Ribeiro, elogiou.
 
“Ação muito importante, pois temos famílias muito carentes que dificilmente tem acesso a estas informações. Aprendendo com quem entende do assunto, a vida da comunidade melhora”, destaca.
As próximas ações da parceria Cohab, SMS e Hospital Universitário Evangélico Mackenzie vão acontecer na Vila Acrópole, no Cajuru, e no Moradias Maringá, no Cachoeira. 
« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera