Publicado em 2/10/2021 3:04:44 PM

Liderança comunitária conhece projeto habitacional da Vila Divino

O projeto foi selecionado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional para receber recursos do programa Pró-Moradia, do governo federal.

A diretoria da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) recebeu, nesta terça-feira (9/2), o presidente da Associação de Moradores da Vila Divino para apresentar detalhes do projeto habitacional que vai atender 105 famílias que vivem na ocupação localizada no bairro Atuba.

 O projeto, desenvolvido pela área técnica da Cohab, foi selecionado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional para receber recursos do programa Pró-Moradia, do governo federal. Serão investidos ao todo R$ 22, 7 milhões, entre recursos da União e contrapartida do município.

 Participaram do encontro com o líder comunitário Gean Francisco de Oliveira, a diretora de Relações Comunitárias Meiri Morezzi, a assessora de Regularização Fundiária Melissa de athayde Cunha Kesikowski e o gerente do Núcleo de Processos e Contratos Valmir Kieltyka.

 A equipe da Cohab sanou diversas dúvidas advindas da liderança comunitária a respeito do projeto. As etapas burocráticas a serem vencidas, a elaboração do contrato de financiamento, prazos para a realização do projeto, número de famílias que serão atendidas, e os métodos de abordagem do serviço social com a população local foram alguns dos assuntos abordados.

 “Durante a elaboração do projeto optamos por construir o empreendimento no mesmo local, o que configura um grande desafio. Contudo, isso beneficia os moradores que já desenvolveram um sentimento de pertencimento àquela região”, explicou Melissa. “Conseguimos aproveitar da melhor forma o espaço que temos disponível para a construção, garantindo também a preservação da APP e a distância adequada da linha de alta-tensão.”, completou a assessora de Regularização Fundiária.

 

Compromisso

O presidente da Associação de Moradores destacou o esforço do prefeito Rafael Greca em amparar estas famílias. “Logo que o prefeito Greca assumiu, em 2017, ele me chamou para conversar sobre a situação da Vila Divino e se mostrou interessado em resolver o problema habitacional da comunidade”, afirma Gean Francisco de Oliveira.

 “Esse é o primeiro passo de uma mudança de vida. A realização de um sonho, não só meu mas de todas as pessoas que eu convivo e olho nos olhos todos os dias na minha comunidade. Todas essas famílias serão finalmente colocadas no mapa”, disse Gean, visivelmente emocionado.

 A área de ocupação da Vila Divino está localizada sob torre de alta-tensão e parte dela encontra-se em Área de Preservação Permanente (APP) na bacia do rio Atuba. Segundo moradores, a Vila começou a ser ocupada irregularmente há cerca de 10 anos. Desde então, cresceu muito, tendo sido cadastradas 105 famílias moradoras do local no último mapeamento feito pela Cohab, em 2018.

 “Os recursos foram obtidos para atendimento deste número determinado de famílias. Por isso contamos com a colaboração e responsabilidade dos moradores para evitar a execução de novas construções no local, pois isso inviabilizaria a execução do projeto. Famílias que chegarem depois do mapeamento não terão direito a atendimento”, explica a diretora Meiri Morezzi.

 

Empreendimento

O projeto habitacional da Vila Divino foi o primeiro do Brasil a ser aprovado pelo governo federal através do programa Pró-Moradia, que oferece financiamento aos municípios para o atendimento de famílias de baixa renda. 

 No caso da Vila Divino, os recursos do Pró-Moradia serão de 9,5 milhões e o município se responsabilizará pela contrapartida de 13,2 milhões, totalizando 22,7 milhões investidos. Esses recursos serão utilizados para a construção de três condomínios residenciais de casas sobrepostas, com infraestrutura interna completa de ruas pavimentadas, redes de água, esgoto e energia elétrica.


« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-041-3233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera