Publicado em 10/27/2010 5:26:11 PM

Apartamentos para 224 famílias da fila da Cohab

O condomínio, formado por 14 blocos de apartamentos com quatro pavimentos cada um, terá salão de festas com churrasqueira, quadra poliesportiva, uma vaga de estacionamento por apartamento, guarita e parque infantil. Os apartamentos, com 52 metros quadrados, têm dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

Mais um empreendimento do programa habitacional do município será iniciado nos próximos 30 dias. Trata-se do Residencial Araçá, um condomínio com 224 apartamentos que será erguido no bairro do Ganchinho, para atender famílias com renda entre três e seis salários mínimos inscritas no cadastro da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab).

O contrato para construção do empreendimento foi assinado nesta quarta-feira (27) e prevê um investimento de R$ 13,4 milhões, com recursos do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. A solenidade de assinatura do documento teve a presença do presidente da Cohab, João Elias de Oliveira, da presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernando Ramos Coelho, e do superintendente regional do órgão, Hermínio Basso.

“Este novo empreendimento do programa habitacional do município amplia o atendimento. Com isso, estamos trazendo esperança e proporcionando a um número maior de famílias um futuro melhor, com uma condição digna de moradia”, disse o presidente da Cohab.
 
O Residencial Araçá será construído na esquina das ruas Eduardo Pinto da Rocha e Guaçuí, ao lado do Bairro Novo, em meio a uma região que tem recebido muitos investimentos do município para implantação de equipamentos comunitários e oferta de serviços públicos.

O condomínio, formado por 14 blocos de apartamentos com quatro pavimentos cada um, terá salão de festas com churrasqueira, quadra poliesportiva, uma vaga de estacionamento por apartamento, guarita e parque infantil. Os apartamentos, com 52 metros quadrados, têm dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

Financiamento - Cada unidade têm um custo de R$ 60 mil. A comercialização foi feita antes de início da construção, entre famílias cadastradas na Cohab. Elas poderão acompanhar a execução das obras, que têm prazo de 18 meses para conclusão.

O financiamento para aquisição das unidades segue as normas do programa Minha Casa, Minha Vida e incluem um subsídio (desconto no preço final do imóvel) que pode chegar a R$ 17 mil. O valor subsidiado varia em função da renda familiar - quanto menor, maior será o desconto.

O prazo para pagamento poderá chegar a 25 anos. A prestação inicial, para uma família com renda em torno de R$ 1,4 mil, será de R$ 322. Este valor, no entanto, sofrerá alteração conforme a renda da família que contrata o financiamento.

A implantação do programa Minha Casa, Minha Vida em Curitiba está sendo feita com participação da Prefeitura e da Cohab. Um convênio assinado em abril do ano passado entre a união e o município prevê a integração entre os dois níveis de governo para atuação na faixa de interesse social (famílias com renda de até seis salários mínimos).

De acordo com os termos do convênio, a Cohab identifica a demanda, convoca as famílias e dá apoio à comercialização das unidades. A Prefeitura oferece incentivos fiscais (isenção de impostos e taxas municipais) e construtivos (possibilidade de ampliar a área construída e o número de pavimentos) para empreendimentos destinados à faixa de interesse social. 

Até agora, a parceria para implantação Minha Casa, Minha Vida na faixa de interesse social possibilitou a construção de 4.484 unidades (já em obras), além das 224 contratadas nesta quarta-feira (27). Além disso, está prevista a contratação de mais 3.350 unidades até o final do ano.

 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera