Técnicos da Cohab Curitiba realizaram, nesta quinta-feira (06), uma oficina de economia doméstica e de hortas em pequenos espaços para a comunidade da Vila Divino. Curitiba, 06/06/2024 Foto: Rafael Silva

Antes de receber casa nova, mulheres da Vila Divino participam de oficina de economia doméstica

Moradoras da Vila Divino, ocupação irregular na bacia do Rio Atuba, participaram nesta quinta-feira (6/6) de uma oficina de economia doméstica promovida pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). O objetivo é ensinar as famílias que receberão moradias do programa habitacional a controlar o orçamento e para que consigam se adequar a um novo estilo de vida.

“Quando autorizou a construção desse conjunto, o prefeito Rafael Greca destacou que a titularidade seria preferencial para as mulheres. Ao receberem as casas do projeto elas saem da informalidade e passam a ter novos deveres, como honrar as contas de água e luz. Por isso a importância dessa capacitação”, explica o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

A oficina de economia doméstica ajuda as famílias a se planejarem após a mudança. Muitas desejam comprar novos móveis, eletrodomésticos, ampliar a construção, erguer muro e para isso é fundamental o planejamento financeiro.

Cada moradora recebeu uma planilha de gastos e uma calculadora e aprendeu a anotar todos os recebimentos dos integrantes da família para saber qual o orçamento mensal. Também foram orientadas a anotar os gastos fixos como prestação do imóvel, água, luz, gás, transporte e alimentação.

Ter tudo anotado é o primeiro passo para conhecer as despesas, saber onde se está gastando mais e poder controlar para que os gastos não sejam maiores que os ganhos.

 

Dicas

As participantes receberam dicas sobre hábitos simples que ajudam a economizar no supermercado, como a realização de compras semanais em vez de mensais, para evitar adquirir itens supérfluos; o consumo de frutas e verduras da época, por estarem mais baratas; ou então a substituição de itens que estejam com o preço alto. Não ir às compras com fome e não levar crianças também ajuda a gastar menos.

Elas foram orientadas ainda sobre pequenos gestos que evitam o desperdício de água, como fechar a torneira ao lavar a louça e escovar os dentes e consertar os vazamentos.

A operadora de caixa Joelma dos Santos, 29 anos, vive há cinco na Vila Divino. Está na expectativa de mudar de vida com a casa nova e saiu satisfeita da reunião.

“Gostei das dicas sobre as compras no mercado, sobre não comprar muita fruta porque acaba estragando ou não comprar algo que não precisamos só porque está em oferta. Também achei interessante aprender a fazer planejamento”, disse Joelma.

Projeto

O projeto de urbanização da Vila Divino está com as obras em andamento. Estão sendo construídas 108 novas moradias, em conjunto dotado de infraestrutura completa de ruas pavimentadas, redes de água, esgoto, drenagem e iluminação pública. Estão sendo investidos R$ 23,9 milhões, recursos do orçamento municipal.

Todas as moradias vão contar com painéis fotovoltaicos, que captam radiação solar e transformam em energia elétrica para uso doméstico. Colaboram com o meio ambiente ao usar uma energia limpa e com as famílias beneficiadas, com a redução nas contas de luz.

Para abrir frente de obras no canteiro, 49 famílias foram transferidas provisoriamente e estão recebendo o benefício auxílio-moradia até que as casas definitivas fiquem prontas.

Das 108 casas do projeto, 12 serão adaptadas para atender idosos e pessoas com deficiência e contarão com barras de apoio nos banheiros e louças adaptadas na cozinha e no banheiro. O número de moradias adaptadas foi definido em levantamentos feitos pela Cohab na comunidade.